Ysolda Cabral em Prosa e Versos

Uma pessoa que chora e ri de alegria, tristeza ou saudade, sem nenhum pudor...

Textos

13612129_1074530669284113_86199088841996


REFLEXÃO DE DOMINGO
Ysolda Cabral
 
 
Caminhando neste momento lentamente, o Tempo passa. A memória, um tanto falha, me avisa que apaga imagens de propósito. Eu não me importo e deixo que ela proceda do seu jeito. E, assim, junto com o Tempo, caminho firme e sem olhar para trás, pois não quero correr o risco de me tornar estátua.
 
Alguma coisa se detém à minha frente. Não temo e prossigo de cabeça erguida, com coragem e a força dos que têm a consciência limpa além de na bagagem trazer a certeza do dever cumprido.
 
E assim vou prosseguindo em harmonia com o Tempo. Se ele caminha lento, eu diminuo também o ritmo. Sorrio, descanso um pouco e alerta aguardo o sumiço de sua preguiça.
 
- Do jeito que ele andar, eu acompanho!
 
Às vezes meu desejo é pedir humildemente que retorne um pouco. Então reflito: mesmo que isso fosse possível não valeria à pena, pois nada deixei pelo caminho percorrido que valha esse risco.

Se, entretanto, em algum momento do caminho eu ficar...
 
Por Deus! Que não seja num Dia de Domingo!
 
**********
 
Praia de Candeias-PE
Em reedição, porém com fundo musical
Em 10.07.2016
Apenas Ysolda 

Para escutar a canção de fundo, acesse:

 
http://www.ysoldacabral.prosaeverso.net
Ysolda Cabral
Enviado por Ysolda Cabral em 10/07/2016
Alterado em 10/07/2016

Música: VIOLINO TRISTE E PIANO - INSTRUMENTAL

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras